Polícia Civil prende Presidente da Câmara Municipal de Visconde do Rio Branco.

0
1263

O  presidente da Câmara Municipal de Visconde do Rio Branco, Sérgio Aroeira Braga Filho (PSL), dois ex-presidentes, um servidor público e dois contadores particulares foram presos a pedido da Promotoria de Justiça daquela cidade pela Polícia Civil de Minas Gerais. 

A informação foi confirmada pela assessoria do Ministério Público (MP) em Belo Horizonte nesta segunda-feira, 22 de maio. Os mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça foram cumpridos na sexta-feira (19) .
De acordo com a nota do MP, estão sendo apuradas possíveis irregularidades cometidas entre 2006 e 2015 que dizem respeito a pagamentos indevidos de diárias de viagens, contratações também irregulares de uma empresa prestadora de serviços contábeis, peculato, lavagem de dinheiro, formação de organização criminosa e fraude em licitação.

Os promotores destacaram que o andamento das investigações que envolvem a Câmara Municipal de Visconde do Rio Branco, está sob sigilo. Os nomes de todos os presos ainda não foram divulgados e também não foi informado para quais unidades prisionais eles foram encaminhados.
A direção da Câmara Municipal informou que aguarda a notificação oficial da prisão do presidente para tomar as providências para a substituição dele pela vice-presidente, Maria Amábile Cabedo (PT).
A Prefeitura de Visconde do Rio Branco exonerou na sexta-feira, 19, Jayme Silva Filho do cargo de secretário municipal de Obras e abriu processo administrativo contra o funcionário Amarildo Gonçalves da Silva. Eles e outros quatro foram presos na operação da Polícia Civil, realizada a pedido do Ministério Público (MP), que apura irregularidades no Legislativo.
O G1 não conseguiu contato da defesa dos dois envolvidos.
O ex-secretário foi presidente da Câmara Municipal de 2009 a 2012, conforme consta no site do Legislativo. A Prefeitura não informou quem irá assumir o cargo no lugar dele. Em nota enviada ao G1, a Prefeitura informou que o processo administrativo contra o outro funcionário segue o que regulamenta o Estatuto do Servidor. (Fotos: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Visconde do Rio Branco)
FONTES : G1 E SITE DO MARCELO LOPES . 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Please enter your name here