04 HOMENS SÃO PRESOS EM ASTOLFO DUTRA SUSPEITOS DE CRUEL ASSASSINATO.

0
2492
Nesta quinta-feira 01/06 a Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, em Astolfo Dutra MG, quatro jovens, de 22, 23, 24 e 28 anos, suspeitos de serem os autores de um homicídio ocorrido na cidade, no dia 21 de fevereiro deste ano. Na ocasião, o corpo de um homem de 42 anos foi encontrado parcialmente submerso em um açude, localizado na Zona Rural, com um saco plástico na cabeça e uma corrente amarrada nas pernas.

Durante a ação, foram apreendidos dinheiro, 24 pinos contendo cocaína, um galho de maconha, uma pedra prensada da mesma droga – de aproximadamente 150 gramas-, um tubo – tipo cilíndrico – contendo maconha e uma porção prensada de crack, de aproximadamente 10 gramas.

 

De acordo com informações do delegado da 27ª Delegacia de Polícia de Cataguases, Marcelo Manna, o crime teria sido premeditado e arquitetado pelo mais jovem dos suspeitos. Segundo ele, na noite do crime, acompanhado dos demais coautores, o homem teria encontrado com a vítima para o uso de droga. “Ao chegarem ao local do crime, e aproveitando a distração da vítima enquanto consumia maconha, os autores começaram a agredi-la sem que pudesse se defender. Quando a vítima ficou inconsciente, os autores amarraram suas pernas com arame, colocaram pedras em seu corpo e um saco de plástico em sua cabeça. Em seguida, arremessaram-na em um açude ainda viva”, explicou, informando que o Laudo de Necropsia concluiu que a causa mortis foi asfixia mecânica em meio líquido.
Segundo a autoridade policial, as investigações apontaram que a vítima estaria envolvida no mundo do crime na cidade, o que despertava a insatisfação dos moradores e, principalmente, do investigado de 22 anos, que já possuía uma rixa com ele. Durante as buscas realizadas na residência desse autor, foi encontrada a quantia de R$4.000,00 de procedência duvidosa. O dinheiro estava escondido dentro do forro do colchão da cama em seu quarto. Já na residência do jovem de 23 anos, foi encontrado o restante do material.
Todos os presos foram encaminhados ao Presídio de Cataguases. Ainda conforme o delegado, as investigações ainda prosseguem com a finalidade de descobrir eventual participação de outros comparsas no crime.
FONTE E FOTOS : SITE DO MARCELO LOPES E ASSESSORIA DE IMPRENSA DA POLICIA CIVIL DE MINAS GERAIS .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Please enter your name here