Associação Pestalozzi de S.J.Nepomuceno emite nota e diz que pode fechar as portas.

0
992

A Associação Pestalozzi de São João Nepomuceno , localizada hoje no bairro Três Marias, uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos e há quase 50 anos instalada na cidade, em prol das crianças com deficiência e seus familiares, está em sérias dificuldades emitiu uma nota após uma reunião realizada nesta segunda-feira ás 17h na sua sede.A instituição de acordo com o comunicado, está enfrentando sérias dificuldades para a manutenção das ações ali desenvolvidas e o pagamento dos proventos a seus colaboradores. O motivo sera o atraso dos repasses do governo federal e das prefeituras municipais estando este valor próximo de R$ 281.048,00 ( Duzentos e oitenta e um mil e quarenta e oito reais ).De acordo ainda com a nota, se a situação não for contornada , em breve, “o município terá de arcar com os atendimentos a estes usuários na assistência social, saúde e educação”. A instituição pagou metade do 13° no mês de novembro mas ainda não quitou os salários percebidos no mês.

A diretoria já se reuniu recentemente com os prefeitos de São João Nepomuceno, Descoberto e Rochedo de Minas. Em todas as reuniões as respostas foram as mesmas : o atraso do repasse do governo de Minas Gerais gerando essas dificuldades, mas que tentarão junto aos seus tesoureiros, encontrar uma maneira de solucionar o problema.A “Pestalozzi” solicitou também ao prefeito de São João Nepomuceno Ernandes José da Silva, um aumento dos valores do repasse , o que “daria mais segurança aos assistidos e colaboradores.

A Associação atende hoje 110 alunos, em dois turnos da manhã e tarde , sendo 850 atendimentos, abrangendo centenas de famílias de firma direta e indireta além de ser referência em atendimento de Deficiência Intelectual e Autismo na cidade e região. Os alunos recebem alimentação diária , atendimento psicossocial, oficinas de informática e artesanato, dança, brincadeira , veículo para transporte , método Teacch , brinquedoteca,dança, capoeira etc e tudo hoje estaria ameaçado.

Como medidas mais drásticas e providenciais, a Associação Pestalozzi voltou a firma um convênio com a Energisa onde a população pode ajudar contribuindo na conta, emissão de carnês e a montagem de um sistema de telemarketing. Haverá também o 1º leilão beneficente que irá arrecadar fundos no próximo domingo 09/12 ás 11 horas da manhã no Rancho Vasconcelos.

REPORTAGEM KADU FONTANA

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Please enter your name here